Charlotte the Harlot

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
PQP.gif Este artigo é IMORAL!

Você deve estar achando que este artigo é uma afronta, uma pouca vergonha, uma baixaria... FODA-SE!!! Vai fazer algo que preste e não foda minha paciência!!

Cquote1.png Eu pensava que o Iron Maiden só falava de guerra... olha essa música! Cquote2.png
Qualquer um sobre Iron Maiden
Cquote1.png É 10 conto normal,anal é 20 eu atendo aqui na acacia avenue numero 22 Cquote2.png
Charlotte a putaHarlot sobre Iron Maiden
Cquote1.png Essa musica fala daquela puta que o Dave mestre dos magos Murray comeu lá na zona Cquote2.png
um fã que conhece bem a banda sobre Charlotte the harlot
Charlotte the Harlot, que em português significa Charlotte, a Puta é mais uma música da banda headbanz Iron Maiden. A música é das antigas, lá pra 1900 e guaraná com rolha, e depois de alguns anos, foi a música foi gravada e estragada pelo carinha que pilota avião e grita mais que sua mãe na hora que pariu você.

Sobre[editar]

Charlotte assustando um nerd

A música é do primeiro álbum deles, o Iron Maiden, um dos álbuns com o nome mais criativo da história do Rock em geral. É da época que eles ainda eram garotões, só pensavam em putaria, por isso, fizeram essa música. Nesse tempo, Bruce Dickinson ainda não estava na banda, a puta louca que ficava gritando lá se chamava Paul Di'Anno, um cara que queria transformar a banda em punk, mas eles traíram o movimento, véio!

Composição[editar]

Como a banda ainda não fazia tanto sucesso assim como faz hoje, ainda iam lançar seu primeiro álbum, qualquer porcaria era bem vinda. Essa é uma das poucas que não foram compostas pelo ex-jogador de futebol Steve Harris, mas sim pelo Dave Murray, que além de guitarrista, nas horas vagas participa do desenho Caverna do Dragão como Mestre dos Magos. A música fala de uma puta baranga que vadiava numa avenida chamada Acacia, de algum lugarzinho da Inglaterra. Charlotte era do tipo bem baranga barata, qualquer um podia levar ela para a diversão, por isso, os caras do Iron Maiden, na época eram pobres, mas conseguiram tal feito. Depois ela serviu de inspiração para Murray (seu cliente número 1) fazer uma música sobre ela, e como a banda na época era uma merda, essa ótima composição que fala de temas super educativos entrou no primeiro disco da banda. Essa música também lembra muito a sua mãe, que também é uma baranga que já deu pra muita gente, mas não, não é dela que a música fala. Eles podem pegar muito dragão, mas a esse ponto também é demais.

Letra mal traduzida[editar]

Zunindo o seu traseiro no ar, você não sabe o que eles estão dizendo?[1]
Charlotte você é tão refinada quando toma todo o amor que eles dão[2]
Dando para cada homem que encontra, não sabe o que eles são depois?[3]
Charlotte, você tem suas pernas no ar, não ouve todas as risadas?

Charlotte a puta baranga, mostre-me suas pernas[4]
Charlotte a puta baranga, me leve para a cama
Charlotte a puta baranga, me deixe ver sangue
Charlotte a puta baranga, me deixe ver amor[5]

Levando tantos homens para seu quarto, você não sente remorso?
Você pede a eles 5 xelins, isso só pra as preliminares
E dez para o principal
E você não tem sentimentos, eles morreram há muito tempo
Você não se importa com quem deixa entrar?
E não sabe que fere a lei com o serviço que você presta

Houve uma vez em que você me deixou ali esperando
Pegando pedaços de amor no chão
Bom, Charlotte, você me deixou sozinho ali[6]
Para fazer do seu fim uma prostituição sangrenta[7]
Bom, Charlotte, você me disse que me amava de verdade
Pegando pedaços de amor ontem
Bem, Charlotte, seus desenhos são desbotados também
Pois você faz amor o dia inteiro

Zunindo o seu traseiro no ar, você não sabe o que eles estão dizendo?
Charlotte você é tão refinada quando toma todo o amor que eles dão
Metendo com cada homem que encontra, não sabe o que eles são depois?
Charlotte, você tem suas pernas no ar, não ouve todas as risadas?

Charlotte a Prostituta, mostre-me suas pernas
Charlotte a Prostituta, me leve para a cama
Charlotte a Prostituta, me deixe ver sangue
Charlotte a Prostituta, me deixe ver amor

Explicação de alguns pedaços[editar]

  1. Não tão falando mal, afinal, ela é uma trabalhadora honesta!
  2. Eles realmente acham que ela ama alguém? Que burros iludidos!
  3. Claro que sabe sim... pra isso que existe o seu bloquinho de clientes. O que não for broxa pagar bem tem até entrega a domicílio!
  4. Só as pernas? E cu resto? Provavelmente o cliente era pobre e não tinha dinheiro suficiente para o serviço completo.
  5. O cara que compôs essa música é muito otário ingênuo mesmo... Qual é a puta que vai fazer amor?
  6. É, meu amigo, olha o que dá pegar puta sem dinheiro...
  7. Charlotte estava menstruada durante esse programa

Ver também[editar]