Lula:

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Bemƒ-vindo(a) à Deƒicropédia

O dado concreto, ou ƒeja, é que nunca anteƒ na hiƒtória deƒƒe paíƒ, ƒe ƒez uma enƒiclopédia livre de conteúdo e que qualquer companheiro pudeƒe editar.

54 939 artigoƒ · 190 569 imaƒgenƒ

Ajuda

Embaiƒada (dotô ƒelƒo Amorim)

Perguntaƒ

Decretoƒ

Mídia doƒ Jornaliƒtaƒ Covardeƒ

Ajude
noƒo intitutoƒ

Artigo Deƒtacado
Após a renascença Da Vinci se aventurou como pirata, o que lhe acarretou problemas de pele, confira o antes e depois.

Reis absolutos, comerciantes astutos, clero que mete medo e o povo que no meio de toda essa renovação ficou chupando o dedo, o que isso tem haver com o tal Renascimento? Ele não foi um monte de pinturas de caras viadinhos? Não. O termo Renascimento é usado para descrever a arte da época sim, mas esse termo é mais para dar uma ideia do todo, imaginem uma metáfora daquelas super elaboradas do glorioso Presidente Lula, foi alguém com a mesma genialidade que definiu o termo. Um cara, provavelmente agnóstico, que mandou a igreja à merda, achou a Idade Média um tempo perdido pela humanidade e como nesse novo momento da história renascem a política, a economia e o espírito desbravador europeu, o autor da metáfora achou que os áureos tempos de Roma e Grécia retornaram, afinal a arte retoma esses conceitos da Antiguidade. Então esse homem, genialmente, diz que ocorreu um renascimento, isso é de revirar Rei Arthur e Tomás de Aquino no túmulo, pois os chamou de mortos, não que não estejam, mas disse que a vida deles foi na merda, como se a idade moderna tivesse sido muito melhor. O termo renascimento é utilizado em contraposição à Idade das Trevas, mas já que a coisa pegou, né? Vamos utilizar e danem-se os cavaleiros medievais.



Neƒte dia, eu eƒtou convenƒido de que...


Companheiro, voƒêƒ ƒabia...


Imavem da Veiƒ
 
Diƒpenƒo apreƒentaƒõeƒ
Lula--presidente-br.jpg

Olaƒ companheiroƒ e companheiraƒ. Neƒta noiteƒ, goƒtariaƒ de deƒsejaƒ a todoƒ voceƒ uma eƒelente eƒtadia na Deƒicropédia. Minhaƒ queridaƒ e meuƒ queridoƒ, eƒsta é uma (deƒ)enƒiclopédia eƒcrita com a colaboração de todoƒ povo braƒvileiro. A Deƒicropédiaƒ é um ƒaite de umô e o que estiƒer escrito por aquiƒ não deƒe ƒer leƒvado a ƒério de ƒorma alguma, companheiro. Eƒtou conƒenƒido de que noƒƒas leiƒs e noƒo congreƒo eƒta cumprumetido com o povo braƒzileiroƒ. Nós, na deƒiclopédia, ƒomoƒ engraƒado e não apenaƒ idiotaƒ, como noƒa opoƒiƒão. Iƒo ƒigniƒica que, é... no que se reƒere a Desƒiclopédia, ƒó podem ƒer ƒeitaƒ críticaƒ que nóƒ e todoƒ povo brasileiroƒ toleramo ou ƒeja, voƒê tem que entende que deƒende ƒeu ƒime (com eƒeƒão do timão, heheƒ, claroƒ), membroƒ da oposiƒão, o goƒerno eƒƒeagacê a rede groboƒ e toda a grande mídiaƒ que tem ƒeitoƒ conƒlo contra mimƒ, é... que tenha ƒido ƒacaneado nialgum artigo da Deƒiclopédia, é... vai toma ban, companheiroƒ.

É... boa noiteƒ a todoƒ.


ƒilie-ƒe
Cumpanheiroƒ, aqui ƒomoƒ maiƒ que uma uisquepédia. Todo mundo podƒe cuntƒribuir aqui e lá não. Nunca antes na iƒtória de uma uisquepédia as peƒoas puderam cuntribuir tanto, e iƒo graƒas ao noƒƒo governo, onde oƒ maiƒ pobreƒ puderam aƒeƒƒar a nossa uisquepédia, a Deƒicropédia! Noƒ lanƒaremoƒ ainda eƒte ano, para demoƒcratizar o aƒeƒo as peƒoas a Deƒicropédia, eƒtaremoƒ lanƒando o Pronatec deƒícroƒe, noffa verfão do programa premiado nin nova iorque e copiado no mundo todo. Depoiƒ diƒo, eƒtaremoƒ lanƒando o Programa de Aƒeleraƒão de Criaƒão de Artigos e viƒar, se Deuƒ quiƒer, a quintaƒ maior enƒicropéƒia do mundo.


Brasileiroƒ
Se ƒove goƒtou do que ƒiu aqui, ƒilie-se ao noƒo partido. Preciƒamoƒ de mais guerreiroƒ da demograƒia para no ƒuturoƒ virar a deƒicroƒédia de noƒo amigo Hugo e ampliar o númeroƒ de artigo em língua lulanesa e criar proƒramas de guƒerno que possa eƒpandir, melhorar e conƒolidar oƒ que já eƒiƒtem.


Projetoƒ irmãos
A Desciclopédia existe graças à entidade sem ƒins lucrativos ƒundação Desciclomídia. A Desciclomídia opera vários projetos em diversas línguas, sempre com conteúdo livre:


Lista completaComeçar uma nova edição